O #KDmulheres surgiu em 2014, dentro da ONG feminista Casa de Lua, a partir de um desconforto: onde estavam as mulheres na programação da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty)? Diante desse questionamento, um grupo de mulheres seguiu para Paraty, propôs um debate em praça pública, panfletou e lançou uma fanzine com textos produzidos por mulheres.
O que começou com uma provocação logo se estruturou como um coletivo que desenvolve ações a fim de promover visibilidade e empoderamento para mulheres que escrevem ou querem escrever. Nesse tempo, criamos publicações, oferecemos oficinas de escrita para meninas e mulheres, produzimos conteúdo, integramos debates e rodas de conversa – sempre com o objetivo de incluir mais mulheres, em toda a nossa diversidade, no circuito da produção literária brasileira.

Pin It on Pinterest